Pesquisar este blog

domingo, 31 de janeiro de 2010

NATAL

Jesus,



Antes de você nascer,

José e Maria se sentiram obrigados,

como todos os demais, para o recenseamento.

Naquela viagem chegou a hora do seu nascimento.

A sua vinda ao mundo, aconteceu de forma muito

estranha, pois não houve lugar para lhe acolher.

Bem que nos disse São João: você veio para os seus

mas os seus não foram capazes de lhe receber.

Foi por isso, que José e Maria procuraram uma estribaria,

lugar onde dormiam os animais.

Hoje em dia, a cada ano, celebramos o seu nascimento.

O que acontece, no entanto, nada tem a ver com a sua

Chegada. A correria para as compras é imensa.

Quem não comprar parece ficar fora das Celebrações Natalinas.

A preocupação com a comida, com as roupas, com

as jóias, com o carro, é muito grande. Tudo deve ser novo.

Muitas vezes, o que realmente deveria ficar novo, que é

O coração, permanece velho.

As pessoas querem tudo para si e se esquecem das situações

pelas quais passam os outros:

Sem pão, sem água, sem liberdade, sem trabalho, sem

salário, sem saúde, sem luz, apenas com a esperança

que vem do próprio Deus.

Os batizados, chamados de cristãos, ainda

contribuem para que haja no mundo irmãos e irmãs

sem condições para sobreviver.

Com a sua chegada, aconteceu algo muito importante:

O céu se uniu com a terra. A humanidade, que nada tinha,

foi presenteada para aprender a dar e a doar-se,

não apenas neste tempo para aliviar a consciência

mas pela vida a fora para que o Natal possa continuar.

Colabore com bonitos gestos de amor. Assim, Jesus

ficará sempre presente em nosso meio.

Fraternalmente,

que Jesus nascido em Belém

torne como o seu o nosso coração.

Padre Bosco

Natal

Nenhum comentário:

Postar um comentário