Pesquisar este blog

quarta-feira, 18 de maio de 2011

Violencia

Jornal o Norte


Edição de quarta-feira, 18 de maio de 2011

Paraíba tem 4,66 mortes por dia Índices foram divulgados pelo secretário de Segurança, Cláudio Lima, em sessão especial na Assembleia Legislativa
O plenário da Assembleia Legislativa da Paraíba foi cenário de mais uma sabatina ao secretariado da Administração do Governo do estado. Dessa vez, o secretário de estado da segurança, Cláudio Lima, compareceu, acompanhado de diversas autoridades da área, para participar de uma sessão especial, proposta pelo deputado estadual Trocolli Júnior (PMDB).
O secretário Cláudio Lima disse que a criminalidade vem crescendo progressivamente em todo o Brasil, com acréscimo de 192,90 % de homicídios e uma taxa aproximada de 39,4 homicídios por cada 100 mil habitantes. "Estamos realizando uma série de ações estruturais e de melhoria de pessoal e esperamos quebrar essa curva", disse.
De acordo com o secretário, nos últimos dez anos a taxa de homicídios cresceu mais de 100% na Paraíba. No ano 2.000 foram registradas 507 mortes, já em 2010 foram 1.485. O secretário destacou que este ano já são 566 homicídios, contados os primeiros quatro meses do ano, o que dá uma média de 4,66 mortes por dia
"A criminalidade vem crescendo noBrasil há muitos anos. O nosso desafio é combatê-la, é reduzir esses números altos. Essa é uma oportunidade de mostrar o nosso trabalho", disse o secretário. "A prioridade da política de segurança será o enfrentamento aos crimes contra a vida, com meta de redução para todo o Estado na taxa de crimes violentos letais intencionais. Nesse ótica as grandes cidades terão atenção especial", completou.
Segundo Cláudio Lima, a secretaria adquiriu, com recursos próprios, dez mil unidades de uniforme para PM, 5 mil pares de coturnos, 1678 Pistolas calibre 'ponto 40' sendo 1.050 para a PM e 628 para a polícia civil, 3500 Coletes para as Polícias, 40 Viaturas para a Polícia Civil, seis viaturas AR (Auto Resgate) e duas viaturas ABS (Auto Busca e Salvamento).
Apesar dos investimentos já aplicados, o secretário pediu apoio da AL para aprovação de novos projetos de investimentos para Desenvolvimento do Projeto de Compatibilização das Áreas Integradas de Segurança Pública, com a instalação de um sistema que interligará as informações de ocorrência entre as polícias militar e civil.
"Não temos a informatização do sistema de segurança, com dados interligados entre as delegacias e as centrais da PM e contamos com apoio dos deputados para aprovar projetos nesse sentido", disse.
Autor da proposta, Trocolli Júnior falou da "insegurança generalizada" instalada em todo o estado da Paraíba, com inúmeros assaltos, assassinatos e violência gratuita. "Eu não seria um cidadão se não torcesse para que o secretário acertasse o comando da segurança, mas o que está acontecendo é que a violência está adentrando a casa de todos nós

Nenhum comentário:

Postar um comentário