Pesquisar este blog

sábado, 28 de maio de 2011

Presos de Guarabira

A reclamação principal é que não teriam atendido a um doente para o hospital. Além disso, o problema principal era a insatisfação com o ambiente o mais desumano possível. Eles não suportavam mais a convivência naquele lugar e pediam a transferência para a unidade nova onde está a maioria dos presos da região de Guarabira.
Durante toda a noite, o interior da prisão apresentava fumaça e chamas. Os bombeiros, pela área externa jogavam agua. Depois o foge se reacendia. Assim, passamos toda a noite em vigília. Ao amanhecer eles aceitaram sair para a área externa do banho de sol. A  policia entrou para ver a situação interna e se havia pessoas doentes ou feridas ou desmaiadas por causa da fumaça, mas nada de grave foi encontrado. Em seguida o coronel Claudio, coordenador da Gesipe começou a transferência para a unidade nova. Eram 94 homens jogados em um espaço que comporta 50.

Nenhum comentário:

Postar um comentário