Pesquisar este blog

segunda-feira, 4 de abril de 2011

Devemos dar o bom exemplo.

O Irmão Charles de Foucauld, dizia a respeito do testemunho a seguinte frase: “Devemos gritar o Evangelho com a vida”.
Normalmente reclamamos muito pelo fato de convidarmos as pessoas para as nossas comunidades e não sermos correspondidos em nossos apelos. Tudo leva a crer que há um elemento anterior ao convite: ser presença, conviver, ter uma relação de amizade e de confiança com as pessoas. A vida parece ser anterior. Isso é o que significa testemunhar. Não é que as coisas sejam tão separadas, mas a fé deve andar juntamente com a vida. Nas comunidades se tem buscado muito fazer esta ligação.
As pessoas são convidadas para que? Ser apenas um agente passivo? Existem pessoas com muita vontade de colaborarem nas tarefas da comunidade, mas nem se manifestam, nem são convidadas. Às vezes as pessoas mais antigas ficam com medo de perder o espaço. Este medo não tem sentido. Quanto mais pessoas, mais a comunidade poderá crescer e atuar nas atividades.
Não são as nossas palavras que convencem, mas o nosso testemunho. Ou congregamos ou afastamos. O que nós deixamos para os outros são os nossos exemplos. Seremos lembrados por causa deles. (Mateus 18,7-10);
As primeiras comunidades não eram aceitas como religião, mas tidas como seita, porém admiradas pelos de fora por causa do testemunho: Vejam como eles se amam.

O que está faltando para que as pessoas se sintam atraídas para as nossas comunidades?


Nenhum comentário:

Postar um comentário