Pesquisar este blog

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

O Estado e a Saúde.

Onde estão fixadas as promessas das campanhas eleitorais? Saúde, Educação e Segurança. São três palavras mágicas, sempre mal utilizadas pelos que governam e também pelos que fazem sua campanha eleitoral. Em nenhum estado do país esses três itens estão deficientes.
Tive oportunidade de acompanhar o funcionamento de um atendimento do SUS que a partir de sete horas os pacientes já estão aguardando o atendimento. Uma medica chegou as Nove e trinta horas e começou a atender era mais de 10 horas. As pessoas provenientes de vários lugares do estado, muitos cirurgiados ou para marcar as cirurgias aguardando sem nada poderem fazer.
Na realidade, o ser humano deixou de ser pessoa para ser tratado por um numero ou uma ficha. Nos atendimentos, muitas vezes, a pessoa é apenas um número pelo qual ela é chamada.
Vivemos um momento de nossa historia sem líderes políticos e sem bons profissionais dedicados. Parece que passou o tempo em que a medicina era considerada um sacerdócio. Hoje, na realidade, temos um negócio rentável para as clinicas, os laboratórios e os hospitais. Além do mais tem se multiplicados os erros médicos em procedimentos com seus pacientes. As vitimas são muitas. Vivemos também a época da superficialidade. Já não se estuda como antes.
No jornal contraponto de 10 a 16 de setembro de 2010 encontro uma matéria: ”Questão Hospitalar na PB vira calamidade pública”. Não é necessário nenhum esforço para constatar esta realidade. Basta chegar a qualquer atendimento de saúde que você verá a situação. Como entender um profissional de saúde no seu plantão com horário para dormir? Isso é possível. Ele só será chamado se alguém chegar morrendo.
Recebi nestes dias uma mensagem que se refere aos dez mandamentos dos médicos do SUS:
1 - Se você não sabe o que tem, dá VOLTAREN;

2 - Se você não entende o que viu, dá BENZETACIL;

3 - Apertou a barriga e fez 'ahhnnn', dá BUSCOPAN;

4 - Caiu e passou mal, dá GARDENAL;

5 - Tá com uma dor bem grandona? Dá DIPIRONA;

6 - Se você não sabe o que é bom, dá DECADRON;

7 - Vomitou tudo o que ingeriu, dá PLASIL;

8 - Se a pressão subiu, dá CAPTOPRIL;

9 - Se a pressão deu mais uma grande subida, dá FUROSEMIDA!

10 - Chegou morrendo de choro, ponha no SORO.

...e mais... Arritmia doidona, dá AMIODARONA...

Pelo não, pelo sim, dá ROCEFIN.

...e SE NADA DER CERTO, NÃO TEM NEUROSE...

...DIGA QUE: É SÓ ESSA NOVA VIROSE! Parece brincadeira, mas... É verdade!

Esta é a nossa saúde e esta é a assistência que recebemos dos nossos estados e dos nossos planos de saúde. É claro que aqui não estão contemplados os sérios e dedicados profissionais da saúde que assumem seu trabalho por vocação e não simplesmente como profissão.
pebosco

Nenhum comentário:

Postar um comentário