Pesquisar este blog

sábado, 8 de janeiro de 2011

Iniciando um novo ano

Como diz a canção: “o ano termina e começa outra vez”. O importante não está no termino, mas no recomeço. O passado servirá de exemplo para retomar o caminho. Um ano não pode ser novo apenas no calendário, mas na forma de vivenciá-lo.
Cada pessoa como também cada instituição precisa pensar o que deseja para este novo tempo. As metas a ser alcançadas e quais mecanismos devem ser utilizados para atingir os fins.
O tempo é fundamental. Temos um período de doze meses já estabelecidos no calendário. Como vamos planejá-los? Um dos grandes males da nossa vida pode ser a falta de planejamento. É muito comum dizermos: Como o dia passou e não fiz nada! É isso mesmo o que acontece.
Voltar a nossa atençâo para Deus e a sua palavra, pois o verbo se fez carne para habitar em nosso meio e ser o Senhor de nossa vida. Devemos amá-lo de todo o nosso coração e com todo o nosso ser, o que implica em colocá-lo acima de tudo. Deus, em seu Filho Jesus deve ser o centro de nossas preocupações. Temos que conhecê-lo para seguir os seus passos. João Batista diz que Jesus está em nosso meio, mas ainda não é nosso conhecido.
Não é possível pensar a nossa vida em Deus sem pensar a nossa vida de oração. Não podemos vencer as dificuldades e desafios por nossa própria conta. A oração deve ser sempre conduzida por dois momentos:
Em momentos especiais. São aqueles que dedicamos exclusivamente ao Pai do céu como momento individual ou comunitário como em nossas celebrações em seus respectivos horários.
O outro momento é aquele que nos faz colocar numa atitude permanente de oração: pelo nosso olhar, por nossas atitudes, nossos gestos, o nosso corpo... Em tudo o que somos, temos e fazemos podemos estar unidos a Deus em atitude de oração e adoração, louvando e agradecendo ao pai do Céu pelo seu espírito que nos mantem vivos.
O ano novo é tempo de reorganizar a vida, a agenda com seus respectivos compromissos. É impossível fazer um trabalho, cumprir atividades sem pensar e direcionar o que deve ser feito, quando, onde e como desenvolver as atividades. Cada dia carrega consigo suas preocupações. Não podemos deixar para amanhã e acumular os serviços para ficarem para a ultima hora. Nunca digamos que não temos tempo. Deus dispôs para nós os dias e a hora. O tempo é o mesmo sempre. O que nos falta é organização.
O ser humano, por natureza, tende a se acomodar se fechando no seu individualismo e egoísmo, por isso, temos manter um esforço para não deixar espaço para as nossas comodidades. O nosso espaço de tempo não é longo, por isso temos que aproveitar as oportunidades de vida e saúde que Deus nos oferece. Existem muitas pessoas mais precisadas do que nós que esperam e se alegram com a nossa chegada e nossa presença. Vamos estar a serviço. Servindo estaremos dando um sentido à nossa vida.



Nenhum comentário:

Postar um comentário